CIDESD atribui Prémios 2019

CIDESD atribui Prémios 2019

O CIDESD terminou o ano de 2019 com um total de 128 publicações indexadas no Journal Citation Reports. Na sequência da análise aos relatórios anuais de produtividade científica, a direcção do CIDESD decidiu atribuir, por unanimidade, cinco menções honrosas para distinguir a tese de doutoramento do investigador Diogo Coutinho, o trabalho desenvolvido pela equipa de investigação do Programa de Actividades Coletivas (PAC) “Behavioral Determinants in Sport, Exercise and Healthy Lifestyle”, os programas de investigação conduzidos por Alberto Alves e Catarina Abrantes ao longo do último ano, e, ainda, o Instituto Universitário da Maia (ISMAI) pela organização da última edição do Congresso Internacional do CIDESD.

O reitor Domingos Oliveira Silva não escondeu a satisfação perante a distinção atribuída ao ISMAI: «confesso que muito me congratulo com o impactante sucesso do Congresso que teve lugar no ISMAI em 2019, organizado pelo CIDESD, tendo resultado este de uma iniciativa de fusão plurinstitucional tomada em fins de maio de 2007. Na circunstância, permito-me reconhecer que a iniciativa, muito feliz e ambiciosa, teve desenvolvimentos que excederam as expectativas dos primeiros promotores e protagonistas, que muito honrados se sentirão com o prestígio, hoje, alcançado e reconhecido pela comunidade científica, a nível nacional e internacional».

Os números do Congresso Internacional do CIDESD 2019 falam por si: 336 participantes acreditados, 12 conferências plenárias, 72 comunicações orais, 129 posters e 15 países representados.

«Foi com orgulho que recebi esta menção honrosa: orgulho pelo reconhecimento do trabalho de investigação realizado até ao momento e, também, pela equipa multidisciplinar que contribui diariamente e empenhadamente para o sucesso deste trabalho. Este reconhecimento é de todos – médicos, enfermeiros, profissionais de exercício, fisioterapeutas, estudantes, assistentes e parceiros estratégicos.» Foi desta forma que o investigador Alberto Alves reagiu à menção honrosa atribuída pelo CIDESD pelo seu trabalho de investigação em Doença Oncológica, liderança de equipa e desenvolvimento de actividade diversificada nesta área de interesse (Symposium ONCOFIT, Programa ONCOMOVE).

Já a investigadora Catarina Abrantes viu, também, o seu trabalho desenvolvido na área da Doença Arterial Periférica (Programa Passus Saudáveis, projeto WalkingPad em parceria com o INESC TEC e o Hospital de Santo António) ser distinguido: «é com muito orgulho que recebemos esta menção honrosa, que reflecte a dedicação e a competência de uma vasta equipa de trabalho. Agradecemos o reconhecimento pelo trabalho desenvolvido, e reforçamos que é um privilégio trabalhar com um grupo de pessoas tão competentes quanto determinadas».

Liderada por Luís Cid, a equipa do PAC “Behavioral Determinants in Sport, Exercise and Healthy Lifestyle” é constituída pelos investigadores Diogo MonteiroJoão MoutãoTeresa BentoJosé Carlos LeitãoPedro Guedes de Carvalho e Manuel Loureiro e foi distinguida pela produção de destacada ciência no panorama internacional.

«Foi com enorme satisfação que recebemos a notícia de que o nosso PAC tinha sido distinguido pela excelência da produção científica realizada no último ano. Sinceramente não estávamos à espera disso, uma vez que é a primeira vez que um PAC é distinguido, mas foi, de facto, uma agradável surpresa. Por isso, gostaríamos de agradecer à Direção do CIDESD pela honra que nos concedeu. Enquanto responsável do PAC, também não poderia deixar de agradecer a todos os investigadores do grupo pelos resultados alcançados, destacando, no entanto, o importante contributo dos colegas Diogo Monteiro e Filipe Rodrigues, sendo mais significativo o facto de este último ser ainda membro colaborador. Foi, de facto, um ano fantástico e estamos todos (investigadores e centro) de parabéns!», reagiu o coordenador do PAC, Luís Cid.

Defendida na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) e orientada pelos professores Jaime SampaioBruno Travassos e Dell P. Wong, a tese de doutoramento “Training environments and performance of youth football players”, da autoria de Diogo Coutinho, é constituída por seis publicações em revistas de impacto científico.

«É uma menção que muito me orgulha e que reflecte o trabalho desenvolvido ao longo destes anos por todo um grupo de trabalho fantástico, que diariamente me desafiou e encorajou a procurar ser melhor. Por tudo isso, deixar um agradecimento especial a todos os que contribuíram para este processo e me ajudaram a crescer com ele», sublinha Diogo Coutinho.​